in

Startup da Alphabet consegue licença para realizar entregas com drones nos EUA

A Startup do Grupo do Google chamada Wing, ganhou a aprovação da FAA (Administração Federal de Aviação) para realizar entregas comerciais por meio de drones. A Autorização veio após o cumprimento de várias etapas de segurança, viabilizando assim as entregas automatizadas.

Ao obter a autorização da agência reguladora, a empresa pretende iniciar nos próximos meses a entrega de pequenos artigos, como medicamentos e alimentos, que serão solicitados por meio do aplicativo da companhia.

A empresa criou rotinas de treinamento, manuais de segurança, entre outros procedimentos exigidos pela FAA. Inicialmente as entregas ocorrerão em um perímetro reduzido no estado da Virgínia, nos EUA, como uma fase de testes. Durante o processo de aprovação algumas regras utilizadas para companhias aéreas foram adaptadas para as operações de drones.

Grandes empresas tem investido no mercado de drones, se mostrando um mercado em expansão. A Amazon iniciou uma fase de testes em 2016, para realizar suas entregas por meio dos dispositivos voadores, visando diminuir o tempo e os custos com a logística. Outra empresa que vem investindo no setor é a Uber, que deseja utilizar a tecnologia dos drones na entrega de comidas (uber eats).

A utilização de drones ao redor do mundo tem sido uma tendência, sendo utilizados em diversas atividades, como entrega de medicamentos em áreas de difícil acesso no continente africano, transporte de pessoas (ainda em fase de testes) na china, campeonatos de corridas aéreas em vários países, entre outros casos.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comentários

0 Comentários

Vaza suposto molde do próximo iPhone com sistema de três câmeras

Amazon Pime Video irá funcionar no Chromecast