in

Servidores do Telegram são alvo de ataque cibernético da china

O Aplicativo de troca de mensagens e compartilhamento de arquivos Telegram tem sido utilizado por vários ativistas ao redor do mundo para organizar protestos e manifestações devido sua segurança e sigilo na troca de informações. Nesta semana o aplicativo foi alvo de um ataque cibernético visando a derrubada dos servidores da empresa.

Segundo o fundador do Telegram, o ataque veio da China e coincidiu com as manifestações que ocorreram em Hong Kong contra a nova lei que permitiria a extradição para a China Continental para julgamento.

Pavel Durov, fundador do Telegram, publicou na sua conta do Twitter que a rede do Telegram sofreu uma grande onda de solicitações de lixo, no intuito de sobrecarregar seus servidores, sendo a maioria dos endereços IP’s  da China.

A Administração do Ciberespaço da China (CAC) que supervisiona o conteúdo cibernético do país, não respondeu imediatamente ao ataque, mas as Autoridades Chinesas já negaram acusações de ataques cibernéticos contra aplicativos, indicando a origem dos ataques como fontes internacionais.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Comentários

0 Comentários

The Legend of Zelda: Link’s Awakening ganhará versões especiais para colecionador. Confira.

Airbnb lança serviço de aventuras para turistas.